Agressividade Impulsiva

Relatório de consenso sobre a agressividade impulsiva como um sintoma em diferentes categorias diagnósticas em psiquiatria infantil: implicações para estudos de medicamentos

Existem dois tipos de comportamento agressivo:
– agressividade impulsiva (AI)
– agressividade pró-ativa ou planejada

A AI é inespecífica, como a febre, mas está particularmente presente no TDA/H, no Transtorno Bipolar e no autismo.

Na prática clínica carecemos de instrumentos para medir sua freqüência, duração, gravidade, gatilhos e grau de prejuízo adaptativo.

O tratamento do transtorno básico é sempre o primeiro passo ao lidar com a AI. Entretanto, muitas vezes só isso não basta, e se faz necessário uma abordagem da AI. Uma preferência tem caído sobre os antipsicóticos atípicos.

Apesar da falta de dados que dêm solidez ao diagnóstico de Transtorno Explosivo Intermitente como uma entidade diagnóstica, esse conceito não deve ser totalmente descartado e talvez possa ser útil na prática clínica.

Jensen PS et al
Journal Am. Acad. Child Adolesc. Psychiatry 2007; 46(3): 309-322

Esta entrada foi publicada em Sem categoria. Adicione o link permanente aos seus favoritos.