Treinamento de Memória Operacional pouco eficaz no tratamento do TDA/H

Science Daily (31/maio/2012) – O treinamento da Memória Operacional (MO) se mostrou pouco eficaz para tratar crianças com TDA/H ou Dislexia, de acordo com uma pesquisa publicada pela Associação Americana de Psicologia.

O principio no qual se baseiam os programas de treinamento da MO é de que é possivel treinar o cérebro a funcionar melhor, repetindo exercícios, da mesma forma que levantando pesos se adquire massa muscular. Contudo, o que se verificou é que esses exercicios não levam a uma melhor performance fora das tarefas que fazem parte dos exercicios. Ou seja, esses programas de treinamento resultaram num rendimento melhor apenas para as tarefas do treinamento, e não desencadearam melhoras na performance cognitiva global.

Esse trabalho de meta-análise foi realizado por pesquisadores da Universidade de Oslo e da Universidade de Londres, tendo sido examinados 23 estudos, incluindo crianças e adultos.

Nos últimos anos, em diversos países, tem sido anunciados diversos programas de treinamento, geralmente com uso de computadores, propondo melhorar o rendimento escolar e até o próprio QI. A pesquisa acima não achou evidencia de que esses programas tragam beneficio para pessoas com dificuldades de linguagem, de leitura, ou TDA/H.

Esta entrada foi publicada em Sem categoria. Adicione o link permanente aos seus favoritos.